Secima promove curso sobre Política Nacional de Educação Ambiental

Sexta-Feira, 14 de Setembro de 2018 às 08:10 - Notícia

O superintendente executivo de Meio Ambiente e Recursos Hídricos da Secretaria das Cidades e Meio Ambiente (Secima), Paulo Humberto Guimarães, fez a abertura nesta quinta-feira (13), do I Encontro Formativo de Gestores Ambientais, no âmbito do Programa Nacional de Formação e Capacitação de Gestores Ambientais (PNC).  O evento que encerra nessa sexta-feira (14), está acontecendo no auditório Jaime Câmara, do Palácio Pedro Ludovico Teixeira. O encontro  é direcionado aos prefeitos, secretários municipais de Meio Ambiente, superintendentes, gerentes e outros gestores públicos municipais que atuam nesta área em  todo o Estado.

 

Paulo Humberto Guimarães, falou aos participantes sobre a importância da implementação descentralizada das políticas públicas ambientais e agradeceu o interesse dos gestores pelo tema. Cerca de 90% dos municípios goianos enviaram participantes. “Vamos capacitar e fortalecer os municípios, levando conhecimento e realizando troca de informações, trançando medidas ambientais, o que representa o crescimento do cuidado com o meio ambiente”, enfatizou.

 

A coordenadora de Educação Ambiental da Secima, Débora Torres, parabenizou os municípios pelo empenho e ações em prol do desenvolvimento da gestão de projetos ligados a educação ambiental. “A partir deste encontro, o gestor ampliará sua percepção sobre as temáticas tratadas e estará apto a atuar de forma planejada e contando com um elenco de parcerias antes não percebidas em prol da gestão ambiental de seu município”, completou Débora.

 

Módulos

 

Com os quatro módulos que compõem o curso de Formação e Capacitação de Gestores Ambientais, a Secima, a partir das ferramentas do Ministério do Meio Ambiente, pretende desenvolver uma abordagem sistêmica e um conjunto de instrumentos de intervenção na realidade local, tendo como foco a estruturação e o fortalecimento do Sistema Nacional de Meio Ambiente.

 

Estão sendo abordados temas como a descentralização e a qualificação a gestão ambiental a partir dos desafios da gestão ambiental no contexto das mudanças sociais e ambientais que ocorrem no mundo globalizado; avaliação de impacto ambiental e licenciamento; monitoramento da qualidade ambiental e fiscalização; educação ambiental e gestão da informação; consórcios intermunicipais como facilitadores do exercício das competências; e temas emergentes para a gestão.

 

Assessoria de Comunicação da AGM

Fonte: Secima