Municípios vão participar do combate às drogas

Quinta-Feira, 09 de Agosto de 2018 às 13:18 - Notícia

A cada dia que passa cresce o problema da dependência química. Se há alguns anos ele se restringia as grandes cidades, hoje já afeta até as de pequeno porte e a zona rural, atingindo a todas as classes sociais e faixas etárias. E, segundo estatísticas policiais, atualmente cerca de 70% dos crimes tem o envolvimento de drogas. Outra constatação é a de que o enfrentamento do problema, na obtenção de resultados positivos, deve envolver toda a comunidade e não apenas os poderes e órgãos oficiais.

 

E nesse sentido a luta ganha importantes aliados. Acaba de ser assinado um Termo de Cooperação Técnica envolvendo o Ministério Público de Goiás, o Grupo de Executivo de Enfrentamentos às Drogas (GEED), a Associação Goiana de Municípios (AGM) e a Federação Goiana de Municípios (FGM). O seu objetivo é o de envolver os municípios na adoção de políticas públicas e ações visando a ampliação desse trabalho nas cidades do interior.

 

Para tanto, o início do trabalho tem como base a criação dos Conselhos Municipais de Politicas sobre Drogas e os Fundos Municipais de Políticas sobre Drogas. Além de atuar na mobilização da sociedade para o engajamento na luta da prevenção e de combate às drogas o conselho vai permitir a liberação de verbas federais.

 

Para tanto o MP-GO e o GEED vão dar todo o apoio necessário, inclusive fornecendo minuta de projeto para a criação do conselho e dos fundos. O primeiro passo foi a assinatura de um Termo de Ajustamento de Conduta há alguns anos. A partir daí o Ministério Público, dentro de sua filosofia de trabalho de voltar suas atenções para os problemas sociais, criou o Programa Interação, com excelentes resultados, e que está sendo levado a outros estados brasileiros.

 

Durante o ato de assinatura do Termo de Cooperação Técnica o presidente da AGM, Paulo Sérgio de Rezende (Paulinho) avaliou como extremamente grave o problema das drogas e convocou todos os municípios a participarem da luta. Já o presidente da FGM, Haroldo Naves, sugeriu ao MP a destinação de recursos oriundos da cobrança de multas em auxilio financeiro aos municípios.

Procurador Geral de Justiça de Goiás - Dr. Benedito Torres

 

Por sua vez o Procurador Geral de Justiça de Goiás, Dr. Benedito Torres, afirmou que o enfrentamento as drogas em Goiás melhorou muito nos últimos anos, mas que o problema ainda é grave. Também sugeriu a utilização do exército e de uma fiscalização mais intensa da Policia Federal no fechamento de nossas fronteiras e, com isso, reduzindo o tráfico de drogas.

 

Também participaram da solenidade o promotor de justiça Dr. Mauricio Alexandre Gebrin, coordenador do Programa Interação do MP-GO, a diretora do GEED e presidente do Conselho Estadual de Politicas sobre Drogas Ivânia Fernandes, e o presidente da Associação de Conselheiros e Ex-conselheiros Tutelares de Goiás Sudário Berto de Souza.

 

Assessoria de Comunicação da AGM

Imagens