Rianápolis

A formação do povoado que deu origem à sede municipal iniciou-se no início da década de 1940, às margens da estrada que ligava Jaraguá à Colônia Agrícola Nacional de Goiás (atual Ceres) , nas proximidades do campo de pouso servindo de ponto de ″pernoite″ para os viajantes e trabalhadores.


A idéia de formação do povoado corporificou-se, construindo casas rústicas de pau-a-pique cobertas de folhas de buriti, sendo pioneiros da localidade José Ribas Gomes, Diógenes Peixoto e Estevam Macarraw, com uma pequena casa comercial e uma pensão.


Devido à grande movimentação de viajantes e à boa localização, o povoado, conhecido por ″Campo de Aviação″, cresceu espontaneamente, erguendo-se ali uma capela consagrada a São Sebastião, padroeiro local.


Bastante desenvolvido, o lugarejo passou à condição de Município, pela Lei Estadual nº 2428, de 18 de dezembro de 1958, com o novo topônimo de Rianápolis, decorrente de sua situação entre Rialma e Anápolis, dando-se a instalação em 1º de janeiro de 1959.

 

Gentílico: Rianapolino


Formação Administrativa
Elevado à categoria de município e distrito com a denominação de Rianápolis, pela Lei Estadual nº 2428, de 18-12-1958, desmembrado de Jaraguá. Sede no povoado de Campo da Aviação, atual distrito de Rianápolis. Constituído do distrito sede. Instalado em 01-01-1959.
Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município é constituído do distrito sede. Instalado em 01-01-1959. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.

Municípios Goianos