Perolândia

Nos meados do século XIX, dia 07 de outubro de 1957, veio à Perolândia o Sr. Geraldo Alves Vilela que era morador na cabeceira do córrego Batista. Era comerciante e capangueiro de diamante. Ele veio convidado pelo sr. Altino de Carvalho e o Dr. Silvestre de Carvalho para medir a área do patrimônio entregue sob sua responsabilidade.


Ficou assim o patrimônio nas mãos de um dos funcionários e em 1958, mandou construir sua casa e se tornou pioneiro.No dia 07 de outubro, do mesmo ano ele já passou a morar no patrimônio e instalou o seu comércio que abastecia os moradores da região.


A principal causa da fundação de Perolândia foi a extração da madeira Peroba rosa, que se destinou a construção de Brasília. O minério, a agricultura e a pecuária também foram um grande passo para o povoamento desse patrimônio, recebendo o nome de Perolândia devido a grande quantidade de madeira Peroba Rosa.

 

Gentílico: Perolandense

Formação Administrativa
Distrito criado com a denominação de Perolândia, pela lei estadual nº 7478, de 02-12-1971, subordinado ao município de Jataí.
Em divisão territorial datada de 1-I-1979, o distrito figura no município de Jataí.
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VII-1983.
Elevado à categoria de município com a denominação de Perolândia, pela lei estadual nº 11405, de 16-01-1991, desmembrado de Jataí. Sede no antigo distrito de Perolândia ex-povoado. Constituído do distrito Sede. Instalado em 01-01-1993.
Em divisão territorial datada de 2003, o município é constituído do distrito sede. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.

Municípios Goianos