Panamá

A localidade de Panamá foi fundada por Tereza Maria de Jesus, que possuía uma faixa de terras no local. Ali mensalmente se rezava o terço que era bastante concorrido. Devido à afluência de romeiros, dona Tereza promoveu a construção de uma capela, uma vez que os terços eram rezados em rancho de palhas. Mais tarde a capela foi demolida e, em seu lugar, foi construída uma igreja maior. Antônio Alvinos marques foi quem maior contribuição prestou à construção da igreja.


Em virtude do rápido crescimento do povoado que recebeu o nome de Divinópolis, foi elevado à categoria de distrito por Decreto Municipal de 1931. Posteriormente, em 31 de dezembro de 1943, pelo Decreto-Lei Estadual número 8305, passou a denominar-se Panamá.


Os fatos da sede municipal ser banhada pelo ribeirão Panamá e de, à sua margem, residir uma tradicional família, oriunda da República do Panamá, que muito contribuiu para
o crescimento da cidade, deram origem ao topônimo atual.


Gentílico: Panamenho

Formação Administrativa
Distrito criado com a denominação de Divinópolis, pelo decreto nº 410, de 13-11­1931, subordinado ao município de Santa Rita do Paranaíba.
Em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937, o distrito figura no município de Santa Rita do Paranaíba.
Pelo decreto-lei estadual nº 8305, de 31-12-1943, o distrito de Divinópolis passou a denominar-se Panamá e o município de Santa Rita do Paranaíba a denominar-se Itumbiara.
Em divisão territorial datada de 1-VII-1950, o distrito de Panamá figura no município de Itumbiara.
Elevado à categoria de município com a denominação de Panamá, pela lei estadual nº 709, de 14-11-1952, desmembrado de Itumbiara. Sede no antigo distrito de Panamá ex­povoado. Constituído do distrito sede. Instalado em 01-01-1954.
Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município é constituído do distrito sede. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.


Alteração Toponímica Distrital
Divinópolis para Panamá alterado, pelo decreto-lei estadual nº 8305, de 31-12-1943.

Municípios Goianos