Buritinópolis


Buritinópolis tem sua história iniciada por volta de 1950. A população que habitava a fazenda Martinópolis, à margem do Rio Corrente, construiu ponte de acesso a Alvorada, por duas vezes, e, na época da cheia, as águas derrubavam a ponte.
A população, que já tinha a intenção de morar em uma cidade estruturada, se cansou das dificuldades e decidiu mudar para as terras doadas pelos pequenos proprietários da região, às margens do Rio Buriti, por volta de 1975. Foi construída a igreja em louvor de São Francisco Xavier, padroeiro do lugar.
A população morava em barracos de tábuas, que proliferavam no local. Assim, a pequena cidade começou a se desenvolver.
Passou a se chamar Buritis, sendo distrito de Mambaí. Com a emancipação, em 9 de abril de 1992, o município passou a chamar-se Buritinópolis, devido ao Rio Buriti, e como homenagem a Martinópolis.

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de, Martinópolis de Goiás, ex-povoado pela lei municipal nº 15, de 05-12-1963, subordinado ao município de Mambai.
Em divisão territorial datada de 31-XII-1963, o distrito Martinópolis, figura no município de Mambaí.
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1988.
Elevado à categoria de município com a denominação de Buritinópolis , pela lei estadual nº 11705, de 29-04-1992, desmembrado de Mambaí. Sede no atual distrito Buritinópolis ex-povoado de Martinópolis de Goiás. Constituído do distrito sede. Instalado em 01-01-1993.
Em divisão territorial datada de 2003, o município é constituído do distrito sede.
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.


Alteração Toponímica Distrital
Martinópolis para Buritinópolis alterada, pela lei nº 11705, de 29-04-1992.

Municípios Goianos