Abadia de Goiás

 

Até a emancipação, parte de Abadia era um distrito de Goiânia e parte era do município de Trindade. Em meados da década de 1950, Paulino Inácio Rosa e sua família chegam a essa região. Um dos filhos foi submetido a uma cirurgia de alta complexidade e a mãe prometeu construir uma capela se tudo corresse bem.
Com a ajuda de outros moradores, foi inaugurada a igreja em 1963, com a chegada da imagem de Nossa Senhora da Abadia. Em seguida, foi escolhido o nome do povoado. A princípio seria Abadia dos Dourados em virtude do Ribeirão Dourados que se encontra próximo da região, mas prevaleceu o nome Abadia de Goiás. Loteamentos surgiram aos poucos, como Vila Nossa Senhora da Guia, Parque Isabel e Dom Felipe.
Os moradores aprovaram a emancipação política por plebiscito em 1995 e a lei de criação do município foi sancionada no mesmo ano.

 

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de Abadia de Goiás, pelo Decreto n.º 666, de 05-06-1990, subordinado ao município de Goiânia.
Elevado à categoria de município com a denominação de Abadia de Goiás, pela Lei Estadual n.º 12.799, de 27-12-1995, desmembrado de Aragoiânia, Goiânia, Guapó e Trindade. Sede no atual distrito de Abadia de Goiás. Constituído do distrito sede. Instalado em 01-01-1997.
Em divisão territorial datada de 2001, o município é constituído do distrito sede.
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2015.

Municípios Goianos